07/02/2015

Montreux-Suíça




Como começar a escrever sobre a cidade de Montreux? Ela não é fácil de descrever com palavras, faz parte daqueles lugares onde é preciso estar presente e sentir. É inexplicável a beleza, a paz, a magnitude....tudo! Não é à toa que era o local preferido de Fred Mercury do Grupo musical Queens, e este foi um dos motivos da nossa visita que será assunto para outro post.
Partimos de trem de Berna com apenas uma hora de duração e logo chegamos à estação de Montreux com vários hotéis no seu entorno. Escolhemos o Best Western Eurotel Riviera a poucos passos da estação e pela localização com vista dos quartos para o Lago e as montanhas, além de ficar no calçadão com a estátua de Fred Mercury. As tarifas de hotéis em Montreux não são muito baratas porque a cidade é um Balneário badalado e muito procurado.



A vista do nosso quarto 

Nosso planejamento de viagem tinha como objetivo passar na Suíça Italiana ( Locarno e Lugano), Alemã ( Lucerna e Berna)  e para a Suíça Francesa, Montreux foi a escolhida porque a língua oficial é o francês, além da paixão da minha sobrinha pelo Fred Mercury. Ele morou na cidade e em 1996, foi erguida uma estátua na Place du Marchè em sua homenagem.






O passeio no calçadão com a vista do lago e das montanhas no entorno já vale a visita, você pode ficar ali horas sentada ou caminhando, parando em um dos restaurantes  e sentindo aquela paz do local. Mas nosso tempo era curto para tudo o que queríamos fazer, e assim que chegamos deixamos as malas no hotel e partimos  para conhecer os vinhedos tombados pelo Patrimônio Histórico na cidade vizinha de Rivaz-Lavaux. Também visitamos o Castelo de Chillon e fizemos um passeio com o Trem do Chocolate passando pela cidade de Gruyere e uma fábrica de chocolate. E ainda ficamos horas dentro do estúdio do Queen no Cassino. Já viram que é muito assunto e vamos dividir em partes nos próximos posts.







01/02/2015

Chocolate Camille Bloch - Suíça




Todo mundo sabe que a Suíça é o paraíso dos chocólatras de plantão e as marcas mais conhecidas são Lindt que dispensa apresentação e Nestlé, mas tem uma marca pouco conhecida que é a minha preferida: Camille Bloch. É uma empresa familiar desde 1929 na região de Coutelary, próximo de Berna , e seus produtos encontrados apenas na Europa. A produção mantém os mesmos sabores originais desde a sua fundação com clássicos recheados de avelã, mousses e licores. O de Kirsch é um dos melhores com recheio deste licor de cereja.





É possível fazer uma visita guiada e assistir a produção do chocolate com degustação no final fazendo reserva pelo site. A duração é de 60 minutos e sempre pela manhã as segundas, terças, quartas e quintas entre 8h30 e 10h00 com uma guia que acompanha a visitação em inglês ou alemão. A fábrica fica a 65 km de Berna com uma hora de viagem de trem ou carro . Para quem não tiver carro alugado pode pegar o trem que faz uma baldeação em Bienne ,verificando os horários neste site: www.sbb.ch/en

http://www.camillebloch.ch/it/visita-guidata.html

                    



 Chocolats Camille Bloch SA
 Grand-Rue 21
 CH-2608 Courtelary